quinta-feira, 14 de maio de 2009

"Te amo, te amo, eternamente, te amo..."

Tudo muito novo, ela e ele
Uma reunião de amigos de colégio
Um violão
Um menino esperto
e...
Uma bela declaração de amor inesperada
Com platéia
Com Chico Buarque
Com Yolanda
Bela sedução
Inesquecível sedução

Apaixonei-me pela primeira vez
Teria me apaixonado de qualquer forma
Yolanda é apaixonante
"Essa canção não é mais que uma canção
Quem dera fosse uma declaração de amor
Romântica, sem procurar a justa forma..."

Creio ter ouvido Yolanda algumas vezes após 1993. Parei de ouvi-la há algum tempo. Estava guardado lá, lá longe. Para não sentir tanta saudade. Mas, nem tudo está sob controle, ganhei um CD essa semana de um amigo descuidado. Ouvindo no trânsito... surpresa ao ouvir Yolanda. Não há como descrever o turbilhão do passado.
Deixo o vídeo com Pablo Milanes e Silvio Rodrigues musicando-a na Argentina em 1984.
Apaixonante.
Beijo.

3 comentários:

Franzinha disse...

Opa... algo atingiu um coração que vinha fechado? hahahahahah... Bem feitooooooooooooo!!!!! rsrsrsrsrsrs... nunca mais vai criticar minha musiquinhas piegas no meu blog, viu? viu? viu?
Yolanda, Yolanda, Chico Buarque de Holanda... um cantinho, um violão, uma poesia, sob olhares apaixonados ou não. Bendita memória remota!! Bendito 1993!! Ai meus 14 anos!! rsrsrsrs
Beijinhos... Yolandaaaaaaa

ticianarocha disse...

Ahhhh bommm !! .... rs... agora sim , uma vida mais doce amiga...
Viva Chico Buarque, viva o poeta Vinicius de Moraes e viva o mestre Jobim....
E falando em amor...
http://www.youtube.com/watch?v=BUz5QNBU7b8

temdeque disse...

Ahhh...Sim, linda história, bela música. Lembrei da música que te falei, a tinha numa "fita cassete" de minha mãe, um Show de Pablo Milanes em Cuba, era "Pedaço de mim" com Chico Buarque e Pablo Milanes!! Toda vez que me lembro, me vem arrepios, você me fez lembrar. Sabe aquelas músicas que você ouve e dói?! È óbvio que a tal "fita cassete" não existe mais e se existisse não teria mais como ouví-la...Já que nunca encontrei a música com esta versão na internet, o que me resta, são boas lembranças, muito boas, como as tuas, que nos deixa.
Beijocas Muchacha