terça-feira, 21 de abril de 2009

"You can't always give what you want..."

Estava eu lendo a Bravo! nesse dia de chuva em Salvador. Deliciando-me, digo. Porque ler a Bravo não é apenas ler, é se deliciar, ficar ansiosa para que a peça anunciada venha, querer ver a exposição em São Paulo, ficar possessa quando o filme recomendado não está em cartaz, comprar o livro de Woody Allen e achar absurdo não o terem escrito antes...
Mas isso tudo é para chegar na reportagem que faz entrevista com um personagem em especial de uma peça montada. Atenção, a entrevista é com o personagem e não com o ator. O personagem em questão chama-se "Pedro, o Vermelho" da peça "Comunicação a uma Academia", baseada em Kafka!
Ah Kafka! Quanto pessimismo! Como tem bases para o pessimismo! Como Kafka convece. E quando ele fez Gregor Samsa tranformar-se em inseto repulsivo, muitos acharam esquisito. Kafka é genial e a baratinha continua circulando desde 1912/13 quando foi publicada. Já o li três vezes, três diferentes vezes em três diferentes momentos com três diferentes interpretações... mas a base é a mesma.
Vamos então a "Pedro, o Vermelho". Pedro é um macaco que decidiu tornar-se humano após ser raptado na floresta por caçadores. Foi enjaulado em um cubículo de gaiola, passou fome, e estava ferido no rosto( o que gerou uma cicatriz avermelhada e a origem do seu apelido) e nas regiões genitais, deprimiu-se e resolveu que para se salvar necessitaria de ato extremo: tornou-se similar aos humanos. Cumprimenta-os extendendo as mãos, o que considera um ato de repulsa e não de aproximação. Passou a beber e fumar para substituir os banhos de cachoeira e o cume da montanha. Acredita ter perdido a liberdade dos símios, mas ganhou a possibilidade de errar já que "errar é humano". Não se arrepende e também não se orgulha.
Qualquer semelhança será mesmo mera coincidência?
Aí está "Pedro, o Vermelho", aí está Franz Kafka, aqui estamos nós. E a peça está em São Paulo!!!! Oh absurdo!
Beijos.
Maria.

2 comentários:

Ellen disse...

E se me entrevistassem...com qual personagem eu responderia?...

sobreoquesobretudo disse...

ahhhhhhhhhhhh sei lá... como comentarista de futebol? rsrsrsrsrsrsrs
Bjs.