segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Soy Poeta
















Aproveitando a inspiração do dia: posto! Pôsto que esteja, posto!
Estava em uma livraria outro dia, a passeio, a trabalho, por obrigação e diversão, quando deparei-me com o livro ao lado.
Pensei imediatamente: que loucura! Temos um dicionário de rimas! D-I-C-I-O-N-Á-R-I-O de R-I-M-A-S!!!! Li e reli a capa, o prólogo e tentei entender o motivo de tal literatura.
Aos que me conhecem, sabem as idéias que vieram com um tanto de indignação...
Imaginei Castro Alves consultando o livro ao escrever 'Navio Negreiro':
'Stamos em pleno mar... Dois infinitos
Ali se estreitam num abraço insano,
Azuis, dourados, plácidos, sublimes...
Qual dos dous é o céu? qual o oceano?...'
No lugar de oceano poder-se-ia encaixar: alagoano, indiano( qual dos dous é o céu? qual o indiano?), cavalariano, cigano, mano, abano... para citar algumas das possibilidades do dicionário. Mas, graças a Deus, o dicionário não foi consultado.
E Vinícius:
'De manhã escureço
de dia tardo
de tarde anoiteço
de noite ardo'
Caso o Poetinha possuísse dúvidas com a segunda rima, 'tardo' poderia tornar-se: leopardo, resguardo, retardo, bastardo.
Refazendo então o poema:
"De manhã escureço
de dia leopardo
de tarde anoiteço
de noite bastardo"
Pelas barbas do profeta!!!!
Agora qualquer um pode ser poeta!!!????
Jamais!
Dom não se vende, não se consulta, não tem no google( e olhe que quase tudo tem no google- O Oráculo). Nasce-se com ele.
E tenho dito!

RESUMÃO( por Adonay):

Ela encontrou um livro de rimas, brincou um pouco, fudeu a alma de Vinicius de Moraes e terminou com "Tenho dito".

Adonay.

5 comentários:

Adonay disse...

Resumão:

Ela encontrou um livro de rimas, brincou um pouco, fudeu a alma de Vinicius de Moraes e terminou com "Tenho dito".

ps.: Irmanzinha. Ainda não descobri como adicionar um resumão para o nosso irmão mais distante poder nos acompanhar. Então irei colocar os resumos por aqui mesmo.

Anônimo disse...

nesse dicionário de rima
o que rimaria
com o que se passa na minha mente
é que deveras foi surpreendente
este blog, este texto, sim senhor
pensei q n era coisa pra "doutor"
(se é que me entende)
falar de versos, de rima e de amor
sem um raio x, um anador
quem sabe um creme

assim vou chegando de mansinho
aprendendo mais uma lição
de que sempre se aprende no caminho
e n existe ng "assim" de antemão.

d... deveras!

Pirilampa disse...

Adorei o resumo de Adonay! kkkkkk!

Anônimo disse...

kkkk...que dupla cômica é essa,hein ?
Concordo quando vc fala de dom , amiguinha.
Dom é Dom,
Vinicius de Moraes é Vinícius de Moraes !
E tenho dito tb !
Gueropaá.

Ellen Carvalho disse...

Eu amo o Adonay. Ele tem que vir aqui se apresentar urgente. Figuuuuura! :)(Mais que vc, amiga, não é possível isso! Acho que quero mesmo é conhecer seus pais, huahauha!)