quinta-feira, 17 de junho de 2010

"Vital andava a pé e achava que assim( não) estava mal"

Trabalhar é, como diria meu pai, "lei do cão". Se fosse bom, não nos pagariam para fazê-lo. Na medicina, além de trabalho, é preciso paciência, sagacidade e capacidade de dedução.

-Pois é seu Vital. A coisa não está lá muito boa não.
-E é doutoura?
-É... vamos usar umas medicações aqui para ir melhorando um pouco sua saúde.
-Que nada doutoura! Eu só vou morrer mesmo quando Deus quiser.
-Sou atéia seu Vital.
-Eu também sou doutoura.
-!!!!!
Estaria ele tentando a imortalidade através da descrença?


E viva la vida!

3 comentários:

Jorge Produção de Eventos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Produção de Eventos disse...

Papai Noel com barba natural ou postiça importada para sua esta de natal. Atendemos todos os segmentos e estamos localizados em São Paulo. Contato:jorge.elenco@gmail.com

Milena Matias disse...

ahahha... Boa tentativa a do Sr Vital,´a fé na descrença!! Como dizem que "a fé não costuma faiá", ele está no caminho.
Mucha, Saramago diz algo assim: Não é que ele não acredita em Deus,é que ele procura e não encontra...Tô com ele!
Beijo!!!