segunda-feira, 29 de junho de 2009

"Magra, leve, calma"

Miss RS decide fazer plástica de nariz. Descontente em ser belíssima, achou que o nariz poderia melhorar, achou também que poderia estar mais magra( para isso decidiu dieta... as maçãs da bela adormecida resolveriam). Mas o problema principal era o nariz, não era tão pequeno quanto desejava, tão pouco esguio como viu num filme.
Resolveu.
Resultado, um transtorno eterno. Não consegue bem respirar por ter ficado afiladíssimo, apresenta sícopes ao necessitar de esforço maior... não, não foi a maçã.
Em pensamento, assim como muitas menininhas assoberbadas, era bela demais para dedicar-se a estudos e feia demais para ser perfeita.
Na adolescência, muitas decidem ser modelos. Glamour, Dior, champagne, batom vermelho, vida fácil fácil fácil. Meninas que não levam o menor jeito pra coisa, dizem: serei modelo!
Eu sempre quis ser astronauta. Não queria batom vermelho, nem salto alto, muito menos noites insones. Achava insosso ser modelo, cansativo, doloroso. Bom mesmo seria flutuar, perto das estrelas, ver o mundo do alto, ver o mundo de cima, ver a terra azul, salvar o mundo dos monstros japoneses que vêem do espaço, encontrar a cegonha, dá um alô pra São Pedro, ver se Saturno tem aneis mesmo. Curiosa como sempre.
E numa conversinha de ginásio:
-Serei modelo!
-Está decidido já?
-Sim
-E o que precisa fazer pra ser modelo?
-Ser magra
-Só?( achei fácil para a menina)
-Ser alta
-Só?( poderia ser que ela crescesse mais)
-Ser bonita
-Hã...( é, olhei bem direitinho pra ela)
Não tive muito o que dizer. Só reticências para não tirar o sonho de alguém.
-E você? O que quer ser?
-Astronauta!
-Mas isso não é coisa de menino?
Na época parecia ser mesmo. E esse fato, esse sim era imutável. Sem plástica de nariz que resolvesse. Mas eu não destrui os sonhos dela... a resposta boa deveria vir "na lata".
-Não!
Simples.
Pena que essa resposta só me veio 14 anos depois.
"MOÇA
PERNAS DE PINÇA
ALTA
CORPO DE LANÇA
MAGRA
OLHOS DE CORÇA
LEVE
TODA CORTIÇA"

Resumão:

Uma modelo decide corrigir o rosto e perde o nariz. Pobre coitada, na ocasião ela não sabia que já existem programas de computador que podiam fazer isso para ela. Depois a autora lança a idéia de que queria ser astronauta, no mundo da lua ela já vivia, então o que lhe faltava era apenas assinarem a carteira de trabalho a fim de regularizar a atividade. E o autor do resumão revela: eu queria mesmo era ser sorveteiro.

Já que foi lançada a idéia: E você, o que gostaria de ser quando era criança?
Beijos
Maria

7 comentários:

Milena Matias disse...

Mucha, nossa senhora!! Uma loucura isso, o velho conto da cinderela, né?? Vêem a profissão como um pulo pro glamour, qdo na verdade essas gazelas adolescentes ralam tanto.São avaliadas rigorosamente, andam pra cima e pra baixo fazendo calo nos dedos e ainda dividem apto com não sei quantas...
kkkk...Astronauta!! Nossa, eu já quis ser tanta coisa: vendedora de perfume, desenhista, estilista e psicóloga tb.kkk...
Adonay, resumão como sempre impagável! Sorveteiro!kkk

Franzinha disse...

Amiga...Respondendo a enquete. Quando eu era criança eu queria ser mulher. Quando eu era criança eu achava que ser mulher era algo que se aprendia a ser, porque era muito difícil. Eu via minha mãe lecionar, dirigir um colégio, educar a gente e preparar a janta. E ainda de quebra, achar um tempinho para ser meiga e linda.
Então meu plano de carreira era esse...rs
Até hoje não me pergunte se o realizei. Ganho meus trocados, vivo independente, mas será que consigo exercer plenamente a profissão nos dias de hoje? rsrsrsrs.... Lá vou eu pra questão dos arquétipos outra vez. Alguém se habilita? kkkkk
beijos

Malicia de toda a mulher disse...

OOOooo meu Deus! Mas ela já era bonita... o que mais queria fazer nesse rosto? Vale pra pensarmos nessa loucura da busca pelo padrão de beleza inatingível. Tadinha!! Tsc, tsc

Agora, sobre a enquete... eu sempre quis ser atriz, professora e cantora. Tudo bem. Eu era um pouquinho gananciosa! uhauhauhhau

Bjsssss

Ps.: Muito bom qnd te vejo pela Malicia.

Ariadne disse...

Aaaahhhhh, eu queria ser bailarina....imagina, que bailarina "esguia"...hahahaha!!! Beijocas.

Drª P.Cruz disse...

Creusinhaaaa.... que é isso a gente é tão inteligente quanto linda...e olha que eu acho que a gente é bem..bem inteligente!!!
tô amando isso aqui....

Luise disse...

Esse país totalmente miscigenado é o retrato do preconceito e da hipocrisia, trata-se as pessoas como parte de uma escala pantone, e a cada dia o padrão (???) de beleza é mais cruel e excludente. Triste de quem acredita nisto.
E esse sorveteiro ia ser um sucesso!

Maria disse...

Pati!!!!!!!! Bem vinda amiga! Saudade imensa!
Luli! Amore, o belo e o feio isso tudo é tão relativo! Mais do que qualquer teoria Einsteiniana! Mas o negócio mesmo é manter seu nariz! Mantenha-se respirando. Sempre!
"Malicia de toda mulher", atriz, professora e cantora??? Ia trabalhar até morrer!
Ari, bailarina... a leveza está no ser! rs
Miloca e Fan, o que queriam ser? Já o são?
Imaginem Adonay sorveteiro!! Falência meninas! A falência decretadíssima!
Um beijo a todas.