sábado, 31 de janeiro de 2009

"A que será que se destina?"

A idéia do blog já tem um tempo... Colocando essa idéia em prática a partir de 2009, como promessa do ano vindouro, surgiu 'Sobre o que? Sobretudo'. 'Sobretudo' possui dois autores: Maria e Adonay, irmãos irmãos irmãos. Irmãos afastados pelos Estados do Brasil mas unidos pelo Estado de Espírito. Maria escreverá os longos textos. Adonay, escreverá o "RESUMÃO".
Explico, o RESUMÃO será destinado ao terceiro dos irmãos: o Gordo( mais um irmão afastado estadualmente). Em verdade, escrevo textos longos, longuíssimos o que deteriora a paciência do Gordo. Sempre ouço: "seus textos são muito longos!!! Não leio mais não!". Pensando no bem estar familiar e de alguns amigos indispostos para explanações longas, Adonay teve a brilhante idéia do RESUMÃO ao final de cada texto.
Quando o RESUMÃO será postado?, isso é uma pergunta que deverá ser feita à Adonay. Por favor, dirijam-se imediatamete a ele. Minha bola de cristal encontra-se defeituosa e advinhação, apesar de continuar tentando a prática, definitivamente não é o meu forte.
Quero deixar claro que os escritos de anos anteriores não entrarão no blog, não adianta ameaçar essa pobre menininha indefesa. Só entrarão textos a partir de 2009.
Poesias, citações, notícias diárias e devaneios estão liberados.
Apaixonar-se, odiar-nos, elogiar, criticar, construir estão igualmente liberados. Destruir ou vandalizar, proibidíssimo.
Amar Recife e Salvador- praticamente obrigatório.
Médicos, arquitetos, especialistas em computação, jornalistas, filósofos, gari, faxineiros, profissões em geral: permitido livre acesso. Ladrões, mantenham distância!
Sobretudo deverá aquecer-nos contra o frio, proteger-nos da chuva e ser essencial como bolo de chocolate com morangos!
Desejem-nos sorte.
"Existirmos: a que será que se destina?
Pois quando tu me deste a rosa pequenina
Vi que és um homem lindo e que se acaso a sina
Do menino infeliz não se nos ilumina tampouco turva-se a lágrima
nordestina
Apenas a matéria vida era tão fina"


RESUMÃO( por Adonay):


Introduz o Blog para os menos avisados. Me apresenta como Adonay, e ao outro irmão (motivador do resumão) como Gordinho (obs: ele não gostou disso). Diz que todo mundo pode ler, mas pede para a bandidagem manter-se distante. E finaliza com uma música linda a qual ela não identifica, MAS EU O FAREI: Cajuína, composta por Caetano Veloso e interpretada por Elba Ramalho.

Adonay.

8 comentários:

Pirilampa disse...

Já não era sem tempo!!!!
Beijo, Creu.
Ari

Anônimo disse...

Eba!!! Massa!!! Maravilha!!! Supimpa!!! Du carai!!! Legal!!! É isso. Abraços. JP

Anônimo disse...

Acho que esse blog vem como um presente pra nós que conhecemos Maria, que acompanhamos suas idéias, sua escrita, o humor fino e tão peculiar...Uma delícia de ler... Um beijo, Mi

Ellen Carvalho disse...

Vivaaaaaa!!! Serei seguidora fiel. Vou colocar um link no meu blog. Aliás, acesse lá também.

Te adoro, lindona!

Adonay disse...

Resumão:

Introduz o Blog para os menos desavisados. Me apresenta como Adonay, e ao outro irmão (motivador do resumão) como Gordinho (obs: ele não gostou disso). Diz que todo mundo pode ler, mas pede para a bandidagem manter-se distante. E finaliza com uma música linda a qual ela não identifica, MAS EU O FAREI: Cajuína, composta por Caetano Velozo e interpretada por Elba Ramalho.

Anônimo disse...

Veloso escreve com "s".

Maria disse...

Veloso com S! Anotado Sr Anônimo... Mas, seria somente esse seu comentário?

Anônimo disse...

...Uffffaaaa !!! Até que enfim ,cara amiga MC !!!
Agora sim veremos esse dom bem utilizado !!
Aguardando ( já e com ansiedade ..) o livro !!!
Parabéns , Gueropáaa !!!
Hasta la vista ,baby !
Ass: Tici